‘Aditivo da imoralidade’… Motivo de condenação de Adauto é ‘corriqueiro na administração Piau’

Lembram-se qual foi a “última condenação” de Anderson Adauto divulgada pela “imprensa local”? Que seria possíveis irregularidades em obra de CEMEI, e que teve aditivo? E lembram-se que logo depois fiz um post dizendo que isso é o que mais acontece na atual administração municipal e o Ministério Público, ao contrário do que acontecia com AA, nada faz contra Paulo Parado Piau? Pois bem, veja mais esse exemplo, de edital publicado no último Porta Voz, apenas comprovando o que já havia noticiado…
Trata-se de mais um “aditivo” da atual administração a uma construtora, dessa vez, para construção de quadra poliesportiva. Isso vem acontecendo rotineiramente na “administração” Piau, e muitas vezes com aumento nos valores pagos na casa dos 25%. Esse aditivo é até um dos menores em valores, mas é mais um exemplo que são “dois pesos e duas medidas” sobre o tratamento dado a Adauto pelo MP e agora… Porque vereadores nem falo mais, porque não existem…
Pobre Uberaba…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *