Casal homossexual sai na facada por cartão de crédito, e ‘folião’ morre após dois dias de bebedeira

Se não teve “carnaval popular” em Uberaba, as ocorrências policiais foram variadas, e a Polícia registrou desde briga por cartão de crédito, até “folião” que não agüentou a bebedeira, e faleceu.
Na segunda, a PM registrou ocorrência na na rua José Justino Sobrinho, no bairro Antônia Cândida I. Segundo a vítima, um homem de 32 anos, estava juntamente com o seu marido, de 52 anos, classificado como autor na ocorrência, e uma testemunha, de 19 anos, em uma confraternização na residência da vítima. Conforme relato à Polícia Militar, eles faziam a ingestão de bebidas alcoólicas.
O esposo descobriu que a vítima possui um cartão de crédito com limite de R$ 2mil e começou uma discussão entre autor e vítima. Em dado momento, o autor teria se apossado de uma faca e desferido dois golpes contra a vítima, causando lesões na mão direita e na perna direita. Após o fato, o autor fugiu do local tomando rumo ignorado.
Morte- Já no bairro Colibri II, na rua Geraldo dos Reis Teles, Polícia Militar registrou morte de causas ainda desconhecidas durante o carnaval, quando um homem, de 32 anos, teria morrido enquanto dormia após passar dois dias consumindo bebida alcoólica. A Polícia Civil vai investigar as causas.
Para festejar o fim de semana prolongado, regado a intenso consumo de bebidas alcoólicas. Ainda de acordo com testemunhas, todos foram dormir após jantarem na noite de domingo.
Na madrugada de segunda-feira (4), uma mulher de 33 anos, que dormia ao lado do homem, notou que ele estava deitado no chão, mas respirava normalmente. Com a ajuda de outro amigo, eles colocaram a vítima novamente na cama. Contudo, ao tentarem acordá-lo, por volta de 6h da manhã daquele dia, as pessoas na casa notaram que o homem não se movia nem respirava e que havia muito vômito em sua boca e ao redor do corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *