Colégio demite 65, e Uberaba chega a marca de 177 desempregados em menos de 30 dias

Com mais 65 demissões promovidas pelo Colégio José Ferreira na sexta-feira, 22 na semana passada na Mosaic,e 90 demissões na Black & Decker no começo do mês, em menos de 30 dias, Uberaba perdeu nada menos que 177 vagas somente nestas três empresas. Fora outras empresas menores que demitiram em menor quantidade na cidade.
A crise no município cresce, se por um lado, pela falta de projeto de economia do Governo Bolsonaro, por outro, pela inércia do atual prefeito Paulo Parado Parado Piau, que ao invés de biscar alternativas, prefere usar parte da “imprensa” (jornais, rádios, TVs, sites, blogs e redes sociais), para fazer marketing falso de geração de empregos e desenvolvimento.
Repetindo a situação da cidade na década de 1990, na era dos ex-prefeito Luiz Neto e Marcos Montes, os dois, por sinal, hoje apoiadores, e com cargos diretos e indiretos com Piau. Uberaba vive um marasmo, sem desenvolvimento econômico. A situação ainda ficou pior com a Reforma Trabalhista, promovida por Michel Temer, que o atual presidente Jair Bolsonaro, como deputado, votou a favor.
A situação é grave, e com os atuais ocupantes do poder, seja em Uberaba, seja no Governo do Estado, ou Federal, as expectativas são extremamente negativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *