Com atraso, arcebispo tira ‘padre conservador’ da Medalha Milagrosa; Mudança pode representar progresso

Promessa feita pelo arcebispo Paulo Mendes, em conversa comigo em janeiro do ano passado, vai ser cumprida a partir do próximo dia 23 de abril. finalmente o padre Ricardo Alexandre Fidelis deixa o comando do Santuário da Medalha Milagrosa. O rapaz vai assumir a Paróquia de São José Operário, em Ponte Alta.
O citado padre, que ficou 10 anos à frente daquela igreja, é daqueles que usam missas para proferir “sermões” conservadores e cheios de preconceitos. Apesar de contestado sobre sua moralidade pela comunidade gay de Uberaba, o padre fazia campanha aberta contra a ideologia de Gêneros nas escolas. Sem contar que quase fez campanha eleitoral aberta para Aécio Neves na última eleição presidencial.
Com atraso de quatro meses, já que o arcebispo havia prometido tal mudança para dezembro, a transferência do citado padre demonstra a vontade da Igreja Católica de mudar, e para melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *