Contrato de três décadas e quase R$ 800 milhões levanta suspeita sobre ‘solução’ da iluminação pública

Não é porque sou mineiro não, até porque me considero muito mais triangulino do que mineiro, mas quando se trata da Prefeitura de Uberaba, a desconfiança é grande. Essa tal licitação da iluminação pública, comandada pelo senhor secretário municipal de Serviços Urbanos de Paulo Parado Piau, Antônio Oliveira, o Toninho 10%, chama a atenção, pelos valores envolvidos e tempo de contrato.
A PPP da iluminação pública terá validade por 30 anos. O valor previsto para a prestação de serviços no período é de R$ 789.551.895,35. A vencedora do certame será responsável pela troca de lâmpadas, modernização de toda a rede e manutenção.
Mesmo que Uberaba precise mesmo, já que a iluminação da cidade é vergonhosa, tal licitação é assustadora. É muito dinheiro e contrato muito longo. Até porque, é bom lembrar, que o senhor Piau deixa a Prefeitura no final do ano que vem, e que for o seu sucessor já pegará um contratado alto e “amarrado” por 30 anos.
Ainda mais se tratando da atual administração, se Uberaba tivesse um vereador atuante ou mesmo um promotor de Justiça ativo, com certeza, não aconteceria dessa forma…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *