Cortes na Educação atingem Uberaba, ‘de A a Z’, e põem em risco a economia local

A grande maioria da população uberabense, até aqueles que são conscientes dos estragos que Jair Bolsonaro vem causando no presente e futuro do país, não entendeu o tamanho do “rombo” que vai causar os cortes anunciados pelo atual governo na educação, principalmente nas universidades federais. O corte vai atingir a todos, não somente quem participa, por exemplo, da UFTM em Uberaba.
A UFTM, assim como UFU em Uberlândia, UFMG em Belo Horizonte, e por ai vai, movimenta a economia de sua cidade, direta e indiretamente. É a mão de obra indireta, como empresas uberabenses que prestam serviços terceirizados para UFTM, ou mesmo aqueles comércios que dependem da movimentação da universidade, de um restaurante a uma loja de livros.
Entendeu? Isso chama-se economia sustentável do município. Se o dinheiro não circula, atinge a todos os níveis da economia de Uberaba, até aqueles que aparentemente nada tem a ver com a UFTM, como um comércio de sapatos, por exemplo. Se o dinheiro não circula, o funcionário de uma empresa terceirizada da UFTM, ou ex, porque deve gerar desemprego, deixa de comprar o seu sapato, por exemplo. E o dinheiro não circula.
O corte na UFTM é calculado, a principio, em R$ 15 milhões. E lembra quando a UFTM foi criada em 2005, qual era a grande esperança da população? Que a universidade impulsionasse o desenvolvimento de Uberaba como a UFU fez com Uberlândia…
Entendeu o estrago que Jair Bolsonaro está fazendo? E olha que o rapaz pegou um governo com R$ 380 bilhões de reservas deixados pelo PT, aquele que “acabou com o Brasil”…
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *