Deputado – com votos em Uberaba – diz não a Reforma da Previdência, e pontua: ‘contra o BBC e alteração dos rurais’

Se grande parte dos uberabenses não gostou do posicionamento de Franco Cartafina a respeito da Reforma da Previdência, da qual informou que vai votar a favor, por outro lado, o outro deputado federal da região, com votos em Uberaba, Zé Silva (SD), já se posicionou contra a citada reforma.
O parlamentar é contrário a proposta apresentada por Jair Bolsonaro (PSL), mas faz ressalvas. “Do jeito que foi apresentada, sou contra. Propostas como as apresentas para os trabalhadores rurais e BBC, sou contra”, explicou.
Pela proposta de Bolsonaro, os trabalhadores rurais, que hoje já têm regras diferenciadas, passam a ter idade mínima de 60 anos para homens e mulheres – mesma regra válida atualmente para os homens. A proposta vai aumentar a idade mínima para aposentadoria das mulheres. Pela regra vigente, podem se aposentar a partir dos 55 anos.
“O governo também quer passar a exigir 20 anos de contribuição dos trabalhadores rurais. Desa forma, sou totalmente contrário”, defendeu Silva.
Já sobre o Benefício de Prestação Continuada (BPC), pago hoje àqueles com mais de 65 anos em situação de miserabilidade – com renda familiar per capita de um quarto de salário mínimo – e a deficientes, o deputado se posicionou contrário as propostas de mudanças. “O BPC teve regras modificadas para os idosos.
Para essas pessoas, o benefício passa a ser, para quem tem a partir de 60 anos, e o pagamento será de R$ 400, para quem tem mais de 70, de um salário mínimo”, informou.
Zé Silva, no entanto, afirmou não ser contrário a Reforma da Previdência, mas da forma que está, votará contra. “Se for retirada, e mudado os termos, será uma nova análise a respeito. Mas do jeito que está, voto contra”, argumentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *