Diretora, eleita pela comunidade, é tirada de CEMEI, sem explicação, e causa revolta

Em mais uma decisão política da secretária municipal de Educação, Silvana Elias, que há tempos deixou de ser uma ocupante técnica no cargo, mas apenas seguindo a orientação eleitoral de Paulo Parado Piau, e para bronca geral da comunidade do Bairro Abadia, a diretora do CEMEI Maria de Nazaré foi tirada do cargo sem nenhuma explicação.
E a comunidade, seja de servidores, ou de pais de alunos, esté na bronca. Lisley Patrícia foi tirada do cargo, e transferida como vice-diretora para outro CEMEI. De acordo com fontes do BLOG, a revolta entre os servidores é grande, já que a então diretora foi eleita para o cargo.
E as denúncias não param após a saída da diretora. A coordenadora pedagógica do período matutino teria pego a chamada dobra no período vespertino com o apoio da nova direção.
Ainda dentro das denúncias, diz que “tem professora fazendo a hora do sono de duas salas (o que ela não dá conta) ao mesmo tempo,alunos sendo agredidos verbalmente e até fisicamente pois diariamente recebemos pais com diversas reclamações como por exemplo”.
Os denunciantes dizem ainda que dentro dessa unidade de ensino tem acontecido muitas irregularidades e a secretaria municipal de Educação tem feito vistas grossas.
O Cemei Maria de Nazaré fica no Bairro Abadia, na comunidade Zói d´Água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *