Dói no bolso? Dói, mas outros fatos vão doer mais… Alto valor da gasolina é pequeno perto do ‘estrago já consumado’

É revoltante a gasolina por mais de R$ 5,00 o litro? Claro… Mas a revolta dos últimos dias dos consumidores, que também são eleitores, é, no mínimo, irônica, para não dizer outra coisa… A exemplo do brasileiro, claro, o uberabense se revolta apenas com as coisas imediatistas e que os atingem rapidamente. O valor do combustível pelo governo ilegitimo de Michel Temer, que por sinal, tem o apoio de políticos de Uberaba, como Paulo Parado Piau, Marcos Montes, Tony Carlos, Franco Cartafina e Aelton Freitas, era esperado há dois anos, antes mesmo do golpe.
Mas o valor, absurdo, da gasolina chega a ser pequeno perto do que Temer e companhia conseguiram fazer com o futuro do país, com retirada de direitos históricos dos trabalhadores, venda do pré-sal para o exterior e corte de verbas para Educação e Saúde. Como o brasileiro, e claro, o uberabense, não é politizado, a revolta é imediata, não constante, e sem consistência. Com frases como “não vou votar em ninguém”, ou mais sem nexo ainda, “precisamos de uma intervenção militar”, ou ainda mais sem noção, “a solução é votar em Bolsonaro”… Qualquer uma das três alternativas anteriores, apenas iriam piorar o que já está ruim…
Para quem está no poder hoje, quanto mais revoltada a população, melhor… Porque se revoltam e não votam, e assim, os que estão no poder se mantém, ou mesmo votam naqueles que não tem as mínimas condições de mudar algo (Bolsonaro)… Nunca se esqueça do exemplo da eleição de 2016 em Uberaba… O atual prefeito, Paulo Parado Piau, considerado um dos piores da história, foi reeleito com 74 mil votos, sendo que 90 mil eleitores não votaram em ninguém para prefeito… Ou seja, a “revolta” destes 90 mil ajudaram quem estava no poder…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *