Dória ou Bolsonaro? E a direita se pegunta, e agora quem poderá me ajudar? Nem o Chapolin pode…

Você já imaginou o caminho que a “direita” brasileira (só é direita mesmo os ricos, pobres são por pura falta de politização) vai ter que seguir nas eleições do ano que vem? Sem Aécio Neves, José serra e Geraldo Alkimin, todos denunciados pelo STF, quem vai restar aos ricos e poderosos? João Dória? Jair Bolsonaro? Vixi…
O primeiro tem o caso muito parecido com o atual presidente argentino Mauricio Macri, com discurso de progressista, mas representa apenas o grande capital… Veja no que se transformou a Argentina, um dos maiores índices de desemprego da história… Sem contar que as histórias de quando Dória foi presidente da Embratur na gestão de José Sarney já começam a “estourar”…
O segundo seria de uma irresponsabilidade tamanha mesmo para a direita politizada. O rapaz representa o que há de pior na política, com conceitos ultrapassados, fascistas e historicamente fracassados pelo mundo. É apenas um ditador, que usa uma máscara de moralidade (todo retrógrado é assim), mas as denúncias de irregularidades só não são maiores porque nunca exerceu um cargo executivo…
Então a direita se pergunta, e agora, quem poderá nos ajudar? O Chapolin, mas não pode ser colorado, porque você sabe né,  é vermelho, é comunista, blá, blá, blá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *