‘Elite já se arma’ para as eleições 2020, nomeia ex-inimigos, loteia cargos e concede rede de benefícios

Vendo os absurdos que o ainda prefeito de Uberaba, Paulo Parado Piau e Cia vem fazendo já pensando nas eleições do ano que vem, um pensamento vem a cabeça: como será o pleito em 2020 em Uberaba?
Piau, Luiz Neto, Marcos Montes, Franco Cartafina, Marcos Jammal, toda a turma que representa a elite da cidade já está se preparando, e bem, para a disputa, como todo tipo de baixarias e imoralidades, como o loteamento de cargos na Prefeitura de Uberaba, CODAU e Câmara Municipal de Uberaba. Só para ter uma ideia, nos últimos dois meses, Piau e Cia “encaixaram” no governo dois ex-aliados de Anderson Adauto: José Luiz Alves e Luciene Fachinelli.
Absurdo em todos os sentidos, tudo pelo poder, de um lado, e do outro. Sem contar o “caixa” de campanha que já vem sendo feito por essa turma, com benefícios a empresas, concessões de isenções de impostos, doação de imóveis, etc.
Uberaba corre o risco, no entanto, e seria menos pior do que essa turma continuar no poder, de repetir o que aconteceu em Minas Gerais. A população votou em um candidato que nunca foi político, Romeu Zema, para governador. Se é bom pelo lado da mudança, é ruim quando se coloca alguém sem propostas definidas, sem experiência, e no caso de Zema, ainda defensor das causas patronais.
O que é certo é que Uberaba precisa, urgentemente, de mudanças radicais. A cidade vive um marasmo nos últimos anos, mal cuidada e usada apenas para interesses eleitorais. Cidade sem empregos, saúde péssima, educação idem, mal estruturada, com enchentes e ruas mal planejadas. Sem esquecer que hoje temos uma Prefeitura que é verdadeiro “cabide de empregos”, com mais de 12 mil funcionários.
Uberaba precisa de gente nova, novas idéias. E isso não quer dizer nova em idade, mas de idéias mesmo. Veja o exemplo de Franco Cartafina, apesar de novo na idade, representa o que há de mais atrasado na política, sendo legítimo representante da elite uberabense, e da “tradicional família”.
Tomara que Uberaba tenha alternativas viáveis em 2020, para ficar livre dessa turma que se agarrou ao poder, para benefícios pessoais e da elite da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *