Em caso aético. negociações de servidores colocam marido e esposa em lados opostos

Tem coisas que somente acontecem em Uberaba… Não tem jeito. Depois dos servidores municipais da Prefeitura de Uberaba, e com razão, recusarem a proposta de Paulo Parado Piau, de dar apenas 8,8% de recomposição salarial, sem aumento algum, o Sindicato dos Servidores Municipais de Uberaba iniciou as negociações também com a Câmara Municipal de Uberaba. E ai que a coisa fica, no mínimo, engraçada.
A foto que você vê no detalhe é da primeira reunião do presidente da CMU, Ismar Marão, com a diretoria do citado sindicato. Onde é engraçado? A primeira integrante da mesa de negociações na foto é Daniela Arantes, que é diretora do Sindicato. E a dirigente não é nada menos que esposa de Marão. Entendeu?
Marido de um lado e esposa do outro, nas negociações salariais. O correto era os dois se recusarem de participar de tal reunião, por questões éticas. Marão deveria incumbir seu vice-presidente, e Daniela, que é diretora e não presidente, deveria se recusar em participar.
Mas já viu em Uberaba…
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *