Empresa de vigilância denunciada por Sindicato por atrasos de salários tem altos contratos com o CODAU

A empresa Fortis Sgurança, terceirizada do CODAU, e denunciada hoje pelo Sindicato dos Vigilantes de Uberaba e Região (Sinvuber) ao Ministério do Trabalho e Polícia Federal, em apenas um dos contratos com a autarquia da Prefeitura de Uberaba recebe nada menos que R$ 356 mil.
Veja no detalhe a denúncia do BLOG sobre tal contrato, que, no caso era para “vigiar” a ETE Conquistinha, que nem funciona ainda. A denúncia foi feita pelo BLOG em dezembro. Hoje o Sinvuber informou que denunciou a citada em empresa por atrasos de salários e por obrigar os vigilantes a andarem armados pelas ruas (porte ilegal de armas), veja também a matéria no detalhe.
O edital citado, que prevê gasto mensal com vigilância de quase R$ 30 mil, só dessa contratação. Tal empresa tem ainda outros contratos de vigilância nos reservatórios do CODAU. Dentro da denúncia feita pelo Sindicato junto ao Ministério do Trabalho e PF, consta ainda o fato do CODAU não fiscalizar a sua terceirizada. Ou seja, paga caro, com dinheiro público, e não fiscaliza…
Essa é a “administração” Paulo Parado Piau e Luiz Neto…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *