‘Falta preparo e politização, mas falta, principalmente, indignação aos jornalistas’

Hoje vivemos um sério problema na imprensa brasileira, e claro, mais perto da gente, na imprensa local… Os colegas jornalistas muitas vezes são tolidos de falar a verdade pelos donos dos meios de comunicação, que, claro, tem outros interesses bem maiores que apenas noticiar a verdade. São os interesses econômicos, e até por isso, a população já notou e vê mais verdades em blogs e redes sociais do que na mídia convencional, como jornais, rádios e TVs.
Mas tem uma coisa, e quem é da área vê de perto em Uberaba, que preocupa da mesma forma… A falta de politização da grande maioria dos jornalistas, e não é só da atual geração, mas do que vem nos últimos 20 anos. E outra coisa que falta nesta “nova” geração, a indignação. Falta e muito…
Hoje repórter, seja de jornal, seja de rádio ou de TV, não questiona patrão quando a sua própria matéria é desvirtuada pela direção do meio de comunicação. Nas próprias entrevistas feitas, a gente nota a falta de conteúdo de muitos repórteres, que mesmo que seja “antenado” (leia muito notícias) não sabe o interpretar o que é verdade na mídia nacional e o que é manipulado. O cidadão comum, o não profissional da área, é normal, não está preparado para fazer essa avaliação, mas para o jornalista é imperdoável. E é o que mais acontece atualmente…
Vejo matérias em jornais locais, por exemplo, que dá uma mistura de dó e revolta dos repórteres, pela falta de preparo. É culpa deles, da faculdade que fez somente? Não, a culpa é da Educação como um todo, a culpa é da falta de de democratização da mídia, a culpa é do sistema de manipulação que vivemos…
Mas sabe o que é pior? Que estes jornalistas acham que estão certos, e caem ainda nos discursos de faculdades…  Mas não se esqueçam, essas escolas também são de empresários e tem seus interesses…
A solução? Para não alugar o Brasil, como defendia Raul Seixas, é melhorar e muito a Educação, e democratizar a mídia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *