Lá como aqui? Prisão de diretores do Demae/Uberlândia ‘incentiva’ denúncias no MP de possíveis irregularidades no CODAU

A prisão de dois diretores e um ex-diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Uberlândia, equivalente ao CODAU, aletrou muita gente em Uberaba. Parte revoltada porque o Ministério Público de Uberaba ainda não fez o mesmo, e outra parte, ficou incentivada em levar o que chamaram de absurdos do CODAU ao MP. Para eles, o que aconteceu em Uberlândia é menos do que acontece em Uberaba…
Os diretores e ex-diretores foram presos na 2ª fase da Operação “Poseidon”, que investiga irregularidades em contratos celebrados entre a autarquia e a empresa Araguaia Engenharia, bem como desvio de recursos públicos superiores a R$ 8 milhões.
Foram cumpridos os mandados em desfavor do diretor-geral adjunto e ex-vereador da cidade, David Thomaz Neto, do diretor-técnico do Dmae, Carlos Henrique Lamounier Borges, e contra o ex-diretor geral do departamento em 2012, Epaminondas Honorato Mendes. Eles serão levados para o Presídio Professor Jacy de Assis.
Em Uberaba, pessoas da comunidade pretendem levar vários editais de contratações e de compras do CODAU, já publicados pelo BLOG, para análise do Ministério Público…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *