Leitura de impeachment de Piau em Plenário ‘às moscas’ revela desproteção política e falta de preparo

Lamentável seria uma palavra insuficiente para definir o que aconteceu hoje pela manhã na Câmara Municipal de Uberaba. Aliás, a palavra para descrever seria absurdo, no mínimo. Mesmo que não concordem, até por razões óbvias de falta de independência, o que fizeram 12 dos 14 vereadores de Uberaba, ultrapassam os limites de falta de preparo.
Os parlamentares simplesmente abandonaram, isso mesmo, abandonaram, o Plenário da CMU no momento que era lido o terceiro pedido de impeachment de Paulo Parado Piau. Apenas Kaká Se Liga e Thiago Mariscal permaneceram no Plenário. Sério isso… Se é, no mínimo, um crime contra a democracia, é a comprovação que hoje Câmara de Uberaba tem a pior formação da sua história.
Vereadores mal preparados e com compromissos políticos e financeiros com o prefeito. Absurdo. Se não concordam, até porque os próprios ajudaram Piau a endividar Uberaba, tinham que continuar no Plenário, e argumentar o por quê de terem dado aval aos absurdos empréstimos adquiridos por Piau e companhia.
Na sua história, Uberaba nunca esteve tão desprotegida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *