‘Liberdade’ para não cobrar… Movimento estudantil é ‘engessado’ por Piau e Silvana Elias

Não acreditei no que vi hoje… É o o sinal claro do que vive o Brasil, e no caso específico, Uberaba… A Prefeitura de Uberaba mandou release, sério isso, informando que hoje acontece eleição dos grêmios estudantis nas escolas municipais. É sério isso?
Desde quando grêmio estudantil é algo institucional, como se fosse parte de uma repartição da própria escola? Grêmios são, na sua essência, livres e de iniciativa, exclusiva, dos estudantes, e não algo oficial, ainda mais de uma prefeitura governada por conservadores.
Me lembrei dos famigerados centros cívicos do tempo da Ditadura Militar, parece uma cópia. E a coisa é tão grave, e seria cômica se não fosse trágica, que no texto enviado pela assessoria da Prefeitura, e publicado no site da mesma, tem ainda a coragem de dizer que “Grêmios foram implantados nas instituições a pedido do prefeito Paulo Piau, em 2013 e tem como propósito promover o exercício da democracia e cidadania entre os estudantes”.
A pedido de Piau? É o escambau de Madureira… Grêmios são lives justamente para poder cobrar melhorias na escolas e cobrar justamente do ainda prefeito.
Agora imagina grêmios estudantis montados pelo próprio Paulo Parado Piau e Silvana Elias? Piada pronta…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *