Matéria tenta vilanizar prédios históricos para facilitar derrubada de lei de proteção

Mais uma vez a chamada “imprensa” de Uberaba faz um desserviço para a cidade, ao publicar informações falsas, e sem questionamentos. E claro, quem paga sempre pela irresponsabilidade de meios de comunicação (jornais, rádios e TVs) sem compromisso com maioria, é justamente a comunidade e a história da cidade.
Veja no detalhe matéria publicada hoje por um dos meios de comunicação de Uberaba, o Jornal da Manhã. Com o título “Desocupação no Centro de Uberaba é causada pela quantidade de imóveis inventariados”, a matéria tenta passar a informação que os prédios históricos, tombados como patrimônio da cidade, que são os culpados pelo grande número de imóveis desocupados no centro de Uberaba.
Claro, que a informação não é verdadeira, e por trás tem a intenção do senhor prefeito Paulo Parado Piau (MDB) e dos empresários da cidade de mudarem a lei municipal que protege a história uberabense, e jogar os citados prédios no chão.
Imagina, se prédio histórico atrapalhasse o desenvolvimento de uma cidade, Ouro Preto e Diamantina não tinham nem comércio… Piau tenta atender a interesses individuais de empresários e especuladores de imóveis, e ao mesmo tempo justificar a inoperância da Prefeitura de Uberaba em política de desenvolvimento econômico da cidade.
O mais grave é essa “imprensa” publicar sem questionar, apenas fazendo o serviço que Piau manda fazer…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *