Pesquisa do Procon sobre combustíveis apenas comprova que ‘cartel continua’ e ninguém toma providências

Existe algo mais inútil do que a tal pesquisa de preços de combustível do Procon de Uberaba? Se existe um “cartel” que deu certo em Uberaba, e é intocável, é do combustíveis. Nem o promotor de Justiça João Davina tendo movido ação contra 56 postos por formação de cartel adiantou. A ação se perdeu na Justiça e donos dos postos saírem ilesos. Até porque o Procon pouco faz, ou não faz nada a respeito.
e adivinha? Os postos de combustíveis localizados nas rodovias são os mais baratos do município. E uma das raz~~oes, segundo informação de quem conhece o setor, é porque estes postos não podem ser pressionados pelo “Cartel dos Combustíveis”.
O preço da gasolina está mais barata no Auto Posto Tijuco, a R$ 3,579, no Posto Transamérica, a R$ 3,579, no Posto Caxuxa e Caxuxa II, a R$ 3,599 e no Auto Posto das Bandeiras, a R$ 3,699. O Diesel pode ser encontrado mais barato no Auto Posto Tijuco, a R$ 2,879. O Etanol mais barato pode ser encontrado a R$ 2,449 no Auto Posto Tijuco, à R$ 2,549 no Posto Transamérica, a R$ 2,599 no Posto Caxuxa, a R$ 2,599 no Posto Antares.
Precisa falam mais? O que adianta essa pesquisa, se não existe meios legais de impedir a cartelização do setor…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *