Prefeitura desapropria clube tradicional, mas comprova falta de planejamento e ‘setor falido’

Uma situação que representa bem o que passa atualmente Uberaba… O senhor Paulo Parado Piau )(MDB) publicou ontem a desapropriação do prédio do Clube Sírio Libanês, no bairro São Benedito, e, pasmem, para abrigar a FETI – Fundação de Ensino Técnico Intensivo “Dr. Renê Barsam”. O caso comprova a que situação chegaram os clubes sociais de Uberaba, e também como é mal administrada a cidade.
Se comprova apenas a falência do clube, como da maioria dos clubes da cidade que estão falidos também, por outro lado, demonstra como não se tem dó do dinheiro público. Se a Prefeitura de Uberaba desapropria um local como esse, com estrutura completa para clube, pra que ocupa-lo com cursos técnicos?
Para quem não sabe, a Prefeitura paga hoje vários aluguéis de outros locais para aulas esportivas, como no Nacional Futebol Clube. Então por que não usar a estrutura que era do Sírio para abrigar diversas aulas que estão espelhadas pela cidade, como foi feito a partir de deste ano?
Em algo muito estranho, Piau vem tentando arrumar o melhor lugar possível para a FETI há tempos. Para quem não sabe, a FETI é comandada pelo apadrinhado de Marcos Montes (PSD), Eduardo Calegari.
Lamentável essa desapropriação, não só por comprovar o fim do tradicional clube, mas por comprovar que não existe planejamento na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *