Respondendo a ‘caminhão de processos’, imprensa omite ações de Piau e Luiz Neto

Ainda não me conformo do uso por Paulo Parado Piau e Luiz Neto da chamada “imprensa paga” de Uberaba para desqualificar as pessoas, humilhar, intimar e pressionar. E principalmente, é o uso absurdo do poder econômico contra aqueles que contestam a fraca administração de Uberaba.
Como o BLOG publicou ontem, a dupla usou a citada imprensa para divulgar ocorrências policiais que os autores dos pedidos de impeachment de Piau teriam. Ou seja, absurdo, baixo e cabíveis ações por danos morais contra os meios de comunicação.
Até porque ocorrência policial não prova nada, nem mesmo processo judicial prova nada. Se a ação judicial não foi transitada em julgada até última instância, não vale nada. E é para isso que existe Justiça. Agora imagina o que vale uma Ocorrência Policial, que qualquer um pode fazer contra outra pessoa?
Só para ter uma ideia, a “dupla protegida” por parte dessa chamada imprensa de Uberaba, veja no detalhe um pequeno, mas pequeno mesmo, porque tem muito mais, coleta de processos judiciais que Piau e Luiz Neto respondem na Justiça… E olha que tem muito mais em segunda e terceira instâncias…
Então por que os jornais da cidade não divulgam isso? Entendeu como funciona?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *