Resultados em campo transformam USC de ‘desejo eleitoral’ a desinteresse total

Lamentável a situação que chegou o glorioso Uberaba Sport Club… Sem contar o fato de ter que depender de decisão judicial para não ir para terceira divisão do Mineiro e de amargar a segunda divisão há anos, o Colorado, mais uma vez, passa por uma humilhação desnecessária. Acreditem, a eleição da diretoria, que estava marcada para amanhã, foi cancelada por falta de chapas para a disputa… Pode?
Usado politicamente nos últimos anos pela turma de Paulo Parado Piau, o USC era, esse ano, a “esperança” eleitoral do secretário de Esportes do atual prefeito, Luis Alberto Medina. O citado presidente da Fundação Municipal de Esporte, pasmem, é também presidente de um tal Comitê gestor do USC.
Sei o que pensou: que falta de ética, o secretário de esportes ser administrador de um clube de futebol profissional… Mas a intenção de Piau, Medina e companhia era ainda pior. A intenção era que o Uberaba Sport subisse esse ano para a primeira divisão do Campeonato Mineiro, para em 2020 alavancar a candidatura de Medina a vereador… Mas os planos deram errado, e, pelo contrário, o USC quase caiu para a terceira divisão.
Além de se tornar quase impossível tocar futebol profissional no interior após a Lei Pelé e as cotas milionárias de TV para os grandes clubes, tamanho a desigualdade, o Colorado aina continua tão somente sendo usado para intenções políticas-eleitorais.
Saudades dos tempos quando o máximo de raiva que o torcedor colorado passava era quando um Toinzinho, um Pezão ou um Binga perdia um gol…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *