Superando 700 servidores, com 90 ‘chefes’, CODAU terceiriza até limpeza de esgoto

Com 702 servidores, sendo 90 comissionados, isso mesmo, 13% com cargos de chefias, a CODAU não para de gastar, e demonstrar que não há “dó” do dinheiro público. Sabe o que é o edital no detalhe? A contratação de duas empresas, uma delas, do ex-vereador Ademir Vicente, para desobstrução de rede de esgoto.
Pensei a mesma coisa: como uma autarquia com mais de 700 funcionários ainda precisa terceirizar um serviço que deveria ser umas das prioridades de seus servidores? E tudo na CODAU, sob o comando de Luiz Neto e Paulo Parado Piau, funciona, ou não, infelizmente, assim.
Entendeu aquele discurso de Luiz Neto que jamais pretende “privatizar a CODAU”? É por isso… Dessa forma, a autarquia é usada triplamente, sendo pública, e sem fiscalização dos vereadores, ou Ministério Público.
Veja, com a empresa pública, contempla os “empresários amigos”, emprega apadrinhados eleitorais e a autarquia, como sempre foi, continua a ser o “caixa” da Prefeitura de Uberaba.
Como pode? E o BLOG teve acesso a mais uma informação que assusta.: destes 90 comissionados, 64 não batem nem ponto.
Precisa falar mais?
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *