Te dou lá, você me dá aqui… No ‘troca-troca’ de Piau, entidade de vereadora recebe R$ 110 mil para trabalho que seria da Prefeitura

Nos absurdos das liberações das emendas parlamentares (que nada mais é do que troca de favores entre o prefeito e vereadores), o senhor Paulo Parado Piau destinou, pasmem, liberou recursos de R$ 110 mil para a Associação Uberabense de Proteção aos Animais (SUPRA). Veja o edital no detalhe… O mais grave de tal destinação é que tal entidade “pertence” a uma vereadora, Denise Max.
Se não bastasse a “terceirização” daquilo que é de responsabilidade da Prefeitura de Uberaba, que é cuidar de animais abandonados, a destinação de montantes como esse a entidades privadas ligadas a políticos é, sem dúvida, uma imoralidade.
Entendeu o jogo de Paulo Parado Piau e seu “escudeiro” (ou seria seu chefe?), o secretário de Governo, Antônio Oliveira, o Toninho 10%? Além de não cumprir o dever público de cuidar dos animais, usa tal recurso para destinar a uma entidade de uma vereadora, e claro, assim ganhar, também o seu apoio incondicional na Câmara Municipal de Uberaba.
Mais grave ainda pelo lado de tal vereadora, é que ela tem um mandato nas mãos, e com ele deveria obrigar a Prefeitura a cumprir o que está na Constituição Federal, de cuidar dos animais, e não “terceirizar” os serviços, e de forma precária. Até porque quem são as pessoas que formam tal associação? A quem tal entidade presta contas? Os outros vereadores fiscalizam? Claro que não… E o Ministério Público?
“Beraba”…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *