500 famílias do MST ocupam fazenda improdutiva em Sacramento; Assentamentos vêm ‘sustentando as mesas’ do Triângulo

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou mais uma fazenda improdutiva do Triângulo Mineiro. Neste final de semana, o MST ocupou fazenda em Sacramento. Lembrando que as ocupações do MST na região vem sendo marcadas por sucesso e com resultados que ajudam, e muito, a população da região. Só para lembrar, atualmente a maior parte do hortifrutigranjeiros consumido no Triângulo vem dos acampamentos e assentamentos do MST. E por que será que isso não sai na mídia convencional (jornais, rádios e TVs)? E você pensa que não é manipulado…
Do dia 04 para o dia 05 de novembro de 2017, aproximadamente 500 famílias do MST ocuparam uma fazenda no município de Sacramento localizada no Chapadão do Bugre. São famílias que veem dos municípios de Franca, Uberaba, Pedregulho, Conquista e da sede de Sacramento e povoados de Quenta Sol, Sete Voltas, Jaguarinha, Bananal, Desemboque e Pinheiros.
A Fazenda tem um histórico de terras devolutas, em que os próprios posseiros não fazem utilização da área, mas as repassam a terceiros e isso é de domínio público na cidade de Sacramento e Região.
Enquanto isso, trabalhadores rurais sem terra, ficam sem terras, sendo que as terras da união ficam nas mãos de fazendeiros que não as utilizam para cumprir sua função social.
A área é um latifúndio que tem aproximadamente 13.000 hectares.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *