‘Amadorão ou violação’? Futebol de várzea de Uberaba tem violência em jogos e suspeita de uso de dinheiro do tráfico

Estes dias participei de uma roda de conversa onde o assunto predominante, pasmem, era a violência na disputa do Campeonato de Futebol Amador de Uberaba… Sério mesmo… Um dos integrantes da roda, frequentador de campos de várzea, detalhava o que acontece em tais disputas, com jogos finais precisando até da presença da Polícia Militar para evitar algo pior. Pode?
Mas o que chama mais a atenção, e não é novo (denunciei isso em 1997 quando era editor de Esportes do Jornal da Manhã e assinava a Coluna Pílulas Esportivas), a presença de dinheiro ilegal financiando times do futebol amador.
Hoje ainda mais forte do que aquela época, onde jogadores amadores, apesar de jogarem uma vez por semana, ganham salários equivalentes a profissionais. E mais dinheiro esse teria origem de tráfico de drogas e jogos proibidos.
E por outro lado, a Prefeitura de Uberaba ainda gasta alta grana com tal disputa, inclusive bancando a arbitragem. Para quem não sabe, o futebol amador é “ótimo cabo eleitoral” para candidatos a vereador, prefeito ou deputado.
Como não temos vereadores, este é mais um setor que caberia uma investigação séria do Ministério Público sobre os clubes do futebol amador.
Coisa muito séria mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *