Anúncio de construção da barragem do rio Uberaba esconde etapa não cumprida, por ‘motivos eleitorais’

Mais uma vez a chamada “imprensa” da cidade faz o trabalho simples, e absurdo, de ser apenas porta-voz da Prefeitura de Uberaba e da CODAU. Sem questionamentos, e sem apurar os fatos, divulgam somente o que os atuais mandatários determinam. Como no caso de hoje sobre a construção da barragem do rio Uberaba (veja no detalhe em dois jornais da cidade).
Na verdade, a Licitação para a construção da represa da Prainha foi lançada através de 02 (dois) Lotes. O Lote nº 01 seria para a contratação de empresa para Gerenciamento Técnico da Obra e Fiscalização, esse lote foi revogado conforme parte da ATA da Comissão de Licitação no detalhe abaixo.
O Lote nº 2 que abrange serviços de engenharia especializados para a construção de barragem mista no Rio Uberaba, foi vencida pela Construtora Nóbrega Pimenta. Quanto ao presidente do CODAU, Luiz Neto, usar a imprensa para dizer que irá autorizar o início dos serviços ainda esse ano, fica parecendo mais uma jogada política em véspera de eleição, pelo fato de que, não se pode iniciar a obra de engenharia sem antes ter contratado a empresa para Gerenciamento da Obra e Fiscalização.
Conforme manifestação de engenheiro ouvido pelo Blog, o que demandará outra demorada licitação, já que o Lote nº 01 referente serviço de gerenciamento e fiscalização foi revogado.
Entendeu a enganação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *