Crise cresce em Uberaba, e gerente de banco confessa: ‘perdi 13 empresas só em julho’

A crise em Uberaba, refletindo o que vem acontecendo em todo o país, se acentua, até pela falta de uma administração municipal competente para conseguir novos investimentos para a cidade, assim como um governo federal sem propostas para economia. E a situação em Uberaba vem atingindo pequenas e médias empresas, gerando desemprego e fechamento de comércios.
Em conversa com uma gerente de banco em Uberana, fiquei ainda mais assustado. A gerente, e que trabalha para um dos bancos particulares, ou seja, não é nem o maior em número de clientes e empresas conveniadas, me passou dados preocupantes.
De acordo com ela, somente em julho, a gerente, que atua atendendo apenas empresas, perdeu 13 clientes. Destas, nove empresas fecharam as portas definitivamente, e quatro informaram que iriam fechar provisoriamente, e aguardar e ver se a crise passar, para retomar os negócios.
Como o BLOG vem alertando, já há alguns anos, e acentuado nos últimos dois anos, Uberaba vem perdendo empregos e mais empregos, enquanto a Prefeitura de Uberaba adora divulgar aquele fantasioso “saldo positivo de empregos”; Na verdade, tais dados apresentados pelo CAGED, nada mais são do que empregos temporários, principalmente na construção civil.
Enquanto os uberabenses votarem por carisma, e dinheiro, nada vai mudar na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *