Dois hospitais demitem 70 pessoas, aumenta crise na Saúde, e alavanca desemprego

Mais 70 famílias sem empregos. Esse foi o resultado do feriado dentro do Hospital Mário Palmério e Hospital Regional. As demissões foram feitas pela Uniube, sendo 50 no Mário Palmério e 20 no Regional.
O setor passa pela maior crise da história, com uma Secretaria Municipal de Saúde, de Paulo Parado Piau, e Iraci Neto, inexistente. Lembrando que somente este ano, a cidade já registrou o fechamento do Hospital São José, deixando cerca de 300 pessoas sem empregos. E nenhum dos casos, teve ação alguma de políticos, entenda-se prefeito, secretário de Saúde, vereadores ou deputados, para tentar evitar o fechamento.
Além dos empregos, as demissões colocam em riscos o já péssimo atendimento público da Saúde em Uberaba. Lembrando que o BLOG alertou, mesmo antes do Hospital Regional abrir, que isso iria acontecer.
Acho que Uberaba nunca foi tão mal administrada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *