Homenagem ao governador em Uberaba aponta inversão, onde verbas sobrepõem sobre valores

Veja como as coisas em Uberaba são invertidas, literalmente… É a chamada inversão de valores. Os políticos da terrinha, a cada dia, conseguem mais, colocar a linda cidade no buraco mais profundo. Sabe o que é o edital no detalhe? O título de cidadão uberabense para o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO), concedido pelos senhores vereadores, e assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Uberaba, Ismar Marão (PSD).
Agora me diz o que o citado político fez para Uberaba para receber tal homenagem? Cortou as escolas de tempo integral? Vem privilegiando sua cidade natal, Araxá, em detrimento as outras da região? Ou é por que deve R$ 140 milhões de repasses para Uberaba? Tal homenagem apenas comprova a falta de políticos na cidade, porque o caso, nem é a hora de puxar o saco, mas de cobrar, isso sim.
E a coisa é tão engraçada, que a dita “imprensa” da cidade (jornais, rádios, TVs, parte das redes sociais e sites) criticaram, e muito, o fato do deputado federal André Janones (AVANTE) ter sido declarado cidadão uberabense.
O citado deputado, a quem tenho minhas criticas, já fez mais para Uberaba do que o governador, e mais que o deputado uberabense Franco Cartafina. Janones já veio aqui e lutou pela melhora dos péssimos serviços da Saúde municipal. Além disso, ao contrário de Cartafina, votou contra a famigerada Reforma da Previdência.
Mas esqueci, ao contrário de Cartafina e Zema, Janones não manda verba publicitária (dinheiro) para a tal “imprensa” de Uberaba…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *