Nomeação de Bolsonaro pode legalizar imoralidades em Uberana, em ‘efeito cascata’

Sabe essa luta, de fazer um jornalismo sério e investigativo, tem hora que cansa, principalmente quando os péssimos exemplos vêm de cima, de onde deveria vir os bons. A possibilidade, e grande, de Jair Bolsonaro (PSL) nomear o próprio filho, Eduardo, como embaixador, em caso absurdo de nepotismo, é destes maus exemplos que desanimam, e vira ’efeito cascata”.
Porque se o presidente da República pode, qualquer prefeito ou governador, vai poder também praticar todo tipo de nepotismo. E no meu caso, que há anos denuncio os absurdos casos de nepotismo envolvendo Prefeitura de Uberaba, CODAU e Câmara Municipal de Uberaba, está sendo trabalho a toa, inútil. Seria legalizar a imoralidade.
Só para você ter uma ideia, fiz uma coletânea de denúncias do meu BLOG da administração Paulo Parado Piau, e são mais de 30 postagens com denúncias, com documentos e tudo, comprovando casos de nepotismo.
Veja no detalhe, e como não cabiam todos, peguei pelo menos seis postagens, de casos de nepotismo em Uberaba. Agora imagina se Bolsonaro, que inclusive já deu entrevista a respeito, consolidar a nomeação do próprio filho, o efeito cascata, não só em Uberaba, mas em todo o Brasil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *