Novo impeachment de Piau chega a Câmara, baseado em denúncia do BLOG, mas com ‘provável final infeliz’

Se bem que pedido de impeachment de Paulo Parado Piau para atual formação da Câmara Municipal de Uberaba, é acreditar em Papai Noel, mas o novo pedido feito ontem pelo advogado Vicente Araújo é baseado, de novo, em denúncia do BLOG. Essa do dia 1º de abril (não é mentira), veja no detalhe, o post do BLOG denunciando o empréstimo absurdo que os próprios vereadores autorizaram o prefeito pegar, no valor de R$ 49 milhões.
Na postagem, o BLOG argumentava o endividamento do Município sem previsão de pagamento dos débitos. Já no pedido formulado ontem pelo advogado aos vereadores, ele diz “que o empréstimo de R$49 milhões contratado junto ao Banco do Brasil e argumenta que o projeto foi aprovado inconstitucionalmente.
A alegação é que o contrato prevê que qualquer tipo de recurso na conta da Prefeitura seja dado como garantia do empréstimo, o que não deveria ter sido permitido porque contraria a Constituição Federal. “Ao usar um recurso transgredindo a Constituição Federal em seu artigo 167 – IV, o prefeito de Uberaba comete os crimes previstos na lei 201/67 (lei dos prefeitos), contido em seu artigo 4º, entre outros, além de configurar improbidade administrativa”, continua o texto.
A tendência, no entanto, é dos vereadores rejeitarem por dois motivos: primeiro, pela ligação estreita dos mesmos com Piau; e segundo, porque foram os próprios parlamentares que aprovaram o empréstimo adquirido.
Quando da postagem do BLOG, a Prefeitura de Uberaba divulgou, no mesmo dia, para contestar a matéria, o pagamento de dívidas, como você também vê no detalhe. No entanto, as dívidas que a Prefeitura dizia pagar são débitos corriqueiros e não os vários financiamentos feitos por Piau, e que envidaram o Município por mais de 15 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *