Prefeito confessa dívida, por não repasses, e débito de R$ 4,6 mi pode configurar ‘pedalada’ ou até improbidade

Lembra de quanto tempo venho avisando das pedaladas fiscais, ou até improbidade administrativa, de Paulo Parado Piau (MDB)? Pois bem, mais uma vez, o BLOG comprova o que diz…
Sabe o que é esse edital no detalhe? O parcelamento da dívida, pasmem, da Prefeitura de Uberaba com o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSERV). Sério…
E o valor é assustador da confissão de dívida: R$ 4.606.972,25 (quatro milhões e seiscentos e seis mil e novecentos e setenta e dois reais e vinte e cinco centavos), e será pago em 60 (sessenta) parcelas mensais de R$ 76.782,87 (setenta e seis mil e setecentos e oitenta e dois reais e oitenta e sete centavos).
O débito é de não repasse dos recursos pela Prefeitura para o IPSERV. Ou seja, Piau e companhia descontavam o valor previdenciário dos servidores, e não repassava ao instituto. E ai que pode configurar pedalada fiscal ou mesmo improbidade administrativa.
Também grave: pelo parcelamento, já que Piau sai da Prefeitura em dezembro do ano que vem, o próximo prefeito vai ter ainda mais 45 parcelas para pagar da dívida do atual chefe do Executivo.
Precisa falar mais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *