Vereador evangélico faz da política ‘negócio de família’, emplaca filha com deputado, e salário de R$ 7,2 mil

A rede evangélica de políticos, com praticas pra lá de imorais, continua, e claro, envolve Uberaba. E mais uma vez a denúncia é contra o já conhecido por outras imoralidades, vereador de Uberaba, Samuel Pereira (PR). O mesmo que o BLOG já denunciou que, em casos graves de nepotismo, que a esposa é diretora de departamento da Prefeitura de Paulo Parado Piau, e o cunhado é seu assessor parlamentar.
O caso agora envolve a filha do vereador de Uberaba, de nome Gabriella Souza Fuzaro Pereira. A moça, como você vê no detalhe, é assessora parlamentar do deputado federal, também evangélico, Lincoln Portela. O caso é imoral e ilegal, de nepotismo cruzado. E com salário de nada menos que R$ 7.242,59, valor esse que é maior que o do chefe de Gabinete de Samuel Pereira na Câmara Municipal, que é de cerca de R$ 6 mil.
O BLOG recebeu uma outra denúncia, ainda não confirmada, que outra filha do vereador prestaria serviços para o senador, também evangélico, Carlos Vianna. Mas essa informação não foi confirmada.
Só para lembrar, em um dos maiores absurdos que já vi na política de Uberaba, Samuel Pereira chegou a comemorar que Vianna ajudou no golpe aplicado na UFTM, onde candidato perdedor das eleições foi empossado absurdamente por Jair Bolsonaro.
Essa é pior mistura que pode existir em uma sociedade: a mistura imoral de religião com política…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *