Vereadores desprezam provas, atropelam vontade popular, e arquivam impeachments de Piau antes de ‘pisar no Plenário’

É uma das fases mais deprimentes que passa Uberaba na sua história. No mínimo, lamentável, para não dizer outra coisa… Sabe o que os senhores vereadores fizeram hoje, sem colocar nem em votação no Plenário da Câmara Municipal de Uberaba? Arquivaram mais dois pedidos de impeachment de Paulo Parado Piau (MDB).
O ainda presidente da CMU, Ismar Marão, informou que os “acusados”, IPSERV e Secretaria Municipal de Saúde, “responderam as acusações antes de colocar em votação”. Pode? O que fica claro, que, a exemplo dos país, os políticos de Uberaba estão se lixando para provas e Justiça no Brasil, comprovando a confiança na inoperância do Poder Judiciário.
O problema é que nos dois casos o que não faltam são provas de imoralidades e irregularidades. No caso do IPSERV, os casos envolvem improbidade administrativa e pedalada fiscal de Piau, como denunciado, com provas, pelo BLOG ainda 2017.
Piau descontava os salários dos servidores municipais as taxas do IPSERV e não repassava os valores ao Iinstituto. No outro pedido de impeachment, Piau é acusado por suposto desvio de R$880 mil destinados à construção de novas unidades de saúde.
Gente Uberaba nunca foi tão desprotegida de vereadores, e o Ministério Público não age. O que resta, e deve acontecer em breve, são ações populares na Justiça contra o ainda prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *